FUNAP - Fundação "Prof. Dr. Manoel Pedro Pimentel" :: Notícia



logo

Oficina Escola Profissionalizante capacita mais uma turma na Penitenciária de Andradina




No final de 2017, mais uma turma do curso de Costureiro Industrial na Penitenciária de Andradina foi concluída, capacitando mais 15 reeducandos na profissão. A atividade faz parte do projeto Oficina Escola Profissionalizante, uma parceria entre a Fundação "Prof. Dr. Manoel Pedro Pimentel" - Funap, órgão vinculado à Secretaria da Administração Penitenciária de São Paulo, o Senai Araçatuba e a Prefeitura de Andradina.

A Oficina Escola Profissionalizante é um projeto da Funap que une seu parque fabril ao Programa de Educação para o Trabalho e Cidadania - "De Olho no Futuro" para capacitar e formar profissionais qualificados para atuar no segmento proposto, como confecção, artesanato em madeira, entre outros possíveis. O Senai Araçatuba participa do projeto realizando supervisões periódicas para avaliações da metodologia aplicada, cumprimento das horas-aulas previstas (160 horas) e resultados obtidos, certificando os participantes ao final, além da capacitação técnica e pedagógica dos servidores da Funap.

A ideia é formar o profissional, ainda durante o cumprimento da pena, capaz de interagir com o mercado de trabalho quando em liberdade. Leva-se em conta não apenas os padrões de qualidade exigidos pelos setores da indústria, mas também a capacidade de atuar como empreendedor individual ou em grupos organizados, criando oportunidades para além da carteira assinada.

Esta foi a 14ª turma da Penitenciária de Andradina no curso de Costureiro Industrial, que já alcançou, desde 2012, a marca de 195 reeducandos formados. O curso mescla experiências teóricas e práticas, com aulas do Programa de Educação para o Trabalho e Cidadania "De Olho no Futuro" e Costura em Máquina Reta e Overloque, esta última sendo ministrada pelo servidor assistente de Produção, Bruno Cícero Lyrio, capacitado pelo Senai.

João Francisco Silva Neves da Fontoura, diretor adjunto de Produção da Funap, avalia que um dos pontos mais positivos do trabalho está nos resultados dentro das oficinas de trabalho "Ressalte-se a efetiva importância deste período de capacitação e formação social como condição ideal para obtermos, na etapa seguinte, operários qualificados para integrarem o quadro de reeducandos de uma das oficinas de confecção da Funap, implantada dentro da própria unidade. Agregando qualidade aos Uniformes Funap produzidos e comercializados para a própria SAP. Mas, principalmente, abre novas perspectivas de trabalho ao reeducando quando da obtenção da liberdade".