-->

-->



HISTÓRIA DA ARCOS


Originalmente intitulado de Programa “Daspre” e reformulado em 2019, o Projeto ARCOS – Escola de Empreendedorismo em arte é uma iniciativa da Funap, que tem como objetivo reconhecer, aprimorar e distribuir comercial e socialmente o artesanato produzido no interior das unidades prisionais do Estado de São Paulo.



O ARCOS tem como finalidade desmistificar o que é produzido dentro do sistema penitenciário, despertar aptidões e senso estético. Além de promover o trabalho em grupo propiciando o aprendizado no coletivo e transformação pessoal.

O artesanato hoje representa uma significativa oportunidade de geração de renda e trabalho e os reeducandos que fazem parte da oficina são capacitados para enfrentar o mercado quando saírem em liberdade.

As linhas de produção são os produtos desenvolvidos nas oficinas de artesanato, dentro da realidade de espaço, maquinários, matéria prima e nicho de mercado. Os produtos são divididos por tipologia e devem seguir uma orientação técnica sobre a produção, aliada a criatividade e um estudo de mercado. A produção é baseada na quantidade de trabalhadores e um cronograma de compras elaborado pelo próprio artesão em conjunto com a Diretoria de Produção - DIPRO.

Geralmente, as reeducandas que são empregadas nas oficinas do ARCOS cumprem pena nas Penitenciárias de Riolândia e na Feminina de Santana; nos Hospitais de Custódia de Taubaté e Franco da Rocha; no Centro de Ressocialização de Presidente Prudente e nos Centros de Progressão Penitenciária Feminina do Butantã e de São Miguel Paulista.



Os produtos confeccionados nas unidades prisionais são comercializados na loja localizada na sede da Fundação, na rua Líbero Badaró, 600, Centro - São Paulo. O atendimento é de segunda à sexta-feira, das 9h às 17h e o telefone para contato é o (11) 3150-1087.